Foto - Boeing Media
Foto – Boeing Media

A Boeing está decidida em diminuir a produção do seu modelo 777 a partir de 2017, atualmente a taxa é de aproximadamente 8,3 aeronaves por mês. Grande parte do motivo é a transição da atual linha de produção do  777 para o novo 777X, que está em desenvolvimento pela Boeing e promete chegar ao mercado em 2019.

A Boeing também aproveitou para anunciar que conseguirá chegar a 57 Boeing 737-MAX/NG produzidos por mês no ano de 2019, atualmente essa taxa de produção é de 42 por mês. Anteriormente a fabricante norte americana já tinha dito que conseguiria chegar em 52 aeronaves do tipo produzidas em 2018.

Nesse mês a Boeing anunciou que a taxa de produção de sua maior aeronave, o 747-8, será cortada em mais da metade a partir de setembro, devido a baixa demanda.

COMPARTILHAR
Pedro Viana

Acadêmico de Engenharia Aerospacial – Editor de foto e vídeo – Fotógrafo – Aeroflap