Boeing vai atualizar novamente software de controle de voo do 737 MAX

Cockpit do 737 MAX 8. Foto - Boeing/Leo Dejillas

A Boeing declarou que precisará fazer duas novas atualizações de software no computador de controle de voo do 737 MAX, como parte da nova certificação que está em andamento junto à Federal Aviation Administration dos EUA (FAA).

A fabricante de aviões confirmou à Reuters que a correção envolve um possível problema nos microprocessadores do 737 MAX, o que poderia levar a uma perda de controle conhecida como estabilizador descontrolado, enquanto o outro problema poderia levar ao desligamento do recurso de piloto automático durante a aproximação final para pouso.

A Boeing disse que as atualizações de software, para corrigir uma característica de hardware, abordarão os dois problemas, visto que outros detalhes do MCAS já estão resolvidos. A Boeing também declarou que os novos problemas de software não estão vinculados a um sistema anti-software conhecido como MCAS, com falha nos dois acidentes fatais.

Foto – Boeing/Divulgação

Apesar disso, nenhum novo problema de software foi identificado nos recentes voos de testes, e o cronograma de certificação do 737 MAX continua o mesmo.

A Boeing aproveitou para dizer que na nova versão do software “já existem novos alertas e avisos no cockpit”.

Além disso, a fabricante norte-americana também precisará atualizar uma luz indicadora de uso do sistema de compensação, e o cabeamento de todos os 737 MAX já produzidos pela empresa.

 

DEIXE UMA RESPOSTA