Foto - Aeroporto de Viracopos/Divulgação

Em recuperação judicial e com uma dívida de R$ 2,88 bilhões, o Aeroporto de Viracopos ainda atrai novos interessado para o empreendimento.

De acordo com Gustavo Müssnich, Diretor Presidente da Aeroportos Brasil, que administra Viracopos, atualmente há interesse de 5 empresas pelo local, inclusive uma já fez uma proposta para assumir o terminal, um consórcio entre a Zurich Airport e a IG4.

O interesse de outras quatro empresas pode progredir com um anúncio do plano de recuperação judicial, marcado para o próximo dia 16, quando a Aeroportos Brasil vai explicar a situação do terminal em relação à dívidas, credores, acionistas e expansão das operações.

Gustavo reiterou que a Inframerica, o Grupo Aeroportos de Paris, Aena (Espanha) e a CCR pretendem fazer propostas, e estudam dar lances no terminal em um novo leilão.

“A chance de vender, hoje, eu diria que é de 50%. A nossa prioridade é a recuperação judicial. Temos de aprovar o plano, mas mesmo após o plano aprovado, se a proposta for interessante para os acionistas, eles vão vender. Eu acredito que a venda seja muito possível. Mas agora, quem administra o aeroporto somos nós e precisamos aprovar a recuperação judicial”, disse Gustavo Müssnich em entrevista ao G1.

O Aeroporto de Viracopos foi leiloado em 2012, e atualmente tem uma participação de 49% da Infraero, que deverá ser leiloada para possíveis interessados. Governos posteriores à 2016 apontaram que essa pode ser a causa da baixa rentabilidade dos aeroportos concedidos em 2012, a presença da Infraero como sócia na divisão dos lucros, e não colaborando com obras de expansão dos terminais.

Além de Viracopos, os aeroportos de Guarulhos (SP) e do Galeão (RJ) estão relatando dificuldades financeiras, devido ao estilo do contrato firmado com o Governo Federal. As novas concessões incorporaram novas regras, e rejeitam a presença da Infraero como sócia dos empreendimentos.

Corriqueiramente, o Aeroporto de Viracopos aparece como o melhor do Brasil, nas avaliações da Secretaria de Aviação Civil e de órgãos internacionais. O local é conhecido por ser o principal hub da Azul Linhas Aéreas, que há anos apresenta uma taxa de crescimento do tráfego de passageiros acima dos 10%.

Além de ser hub da Azul, Viracopos também se destaca no transporte de carga.

No acumulado do ano de 2018, Viracopos registrou um total de 9,22 milhões de passageiros. O recorde de passageiros em Viracopos foi registrado em 2015, com um total de 10,3 milhões de pessoas.