Aconteceu na última sexta-feira, dia 23 de outubro na ALA-1 em Brasília a cerimônia do Dia do Aviador e da Força Aérea Brasileira. Durante a cerimônia que reuniu autoridades civis e militares ocorreu a apresentação oficial do caça Gripen F-39E a nação brasileira.

A cerimônia começou por volta das 10h30 com a chegada do Presidente da República Jair Bolsonaro que presidiu a cerimônia, ainda estavam na bases outras autoridades, como o Vice-Presidente da República do Brasil, Antonio Hamilton Martins Mourão; do Ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva; e do Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Antonio Carlos Moretti Bermudez.

Durante a cerimônia militar houve a entrega Ordem do Mérito Aeronáutico aos militares e civis que fizeram um papel de destaque em prol da Força Aérea Brasileira.

“A Força Aérea Brasileira conquistou definitivamente o carinho do povo brasileiro ao levar a esperança nas asas do Correio Aéreo Nacional (CAN), ao resgatar a honra da Pátria e defender os ideais de liberdade nos céus da Itália, e ao implementar o moderno e inteligente sistema de controle do espaço aéreo”, destacou o Ministro da Defesa.

“O dia 23 de outubro é a data máxima da nossa Instituição. É o dia em que comemoramos o maior feito de Alberto Santos-Dumont, quando voou pela primeira vez o 14-bis. Nós nos espelhamos no que ele fez e damos continuidade a inovação e aos desafios que tanto caracterizam a vida deste grande homem, o Pai da Aviação”, destacou o Comandante da Força Aérea Brasileira.

 

Apresentações Aéreas

Esquadrilha da Fumaça

Pouco antes da chegada do presidente a Esquadrilha da Fumaça decolou da ALA-1 para realizar passagens durante a cerimônia. Os A-29 Super Tucanos da fumaça realizaram diversas passagens sobre o pátio da base e realizaram algumas manobras, como o dorsão, espelhão e cobrinha show.

Esquadrilha da Fumaça

 

E a estrela do dia?

Gripen F-39E

A data escolhida para a apresentação do Gripen não poderia ser outra, o dia 23 de outubro é a data magna da FAB, então faz todo o sentido tudo isso ter ocorrido neste dia.


Sem dúvidas a estrela do dia foi o F-39E Gripen que chegou a Brasília no sábado dia 17 de outubro. O caça saiu de um hangar longe do evento oficial e passou quase que desapercebido dos fotógrafos. O Gripen saiu junto com um F-5EM e ambos decolaram da pista 11R (que fica de trás da ALA-1), essa decolagem escondida foi para não estragar a surpresa que aconteceria mais tarde.

Ao final da apresentação do vídeo sobre o Gripen eis que surge o F-39E por trás do público, realizando assim um efeito surpresa a todos os presentes. Em ambas as passagens o caça fez uma segunda passagem, desta vez sobre o eixo da pista 11L e prosseguiu para pouso.

 

Batismo do Gripen F-39E

Preseidente Bolsonaro e o Comandante da Aeronaúitca Ten. Brig. do Ar Bermudez batizam o Gripen F-39E

Após o seu pouso o caça veio em táxi até a aérea central do local do evento, no entanto, o Gripen não veio sozinho, pois veio acompanhado de seis A-29 Super Tucanos da fumaça.

Após o desligamento de seu motor GE F414G, o piloto de teste da SAAB, Marcus Wandt, desceu do caça e entregou ao presidente Bolsonaro a bandeira do Brasil e da Suécia, como um símbolo de união entre as nações.

O presidente da república e o comandante da aeronáutica batizaram o caça F-39E Gripen com champanhe.

Autoridades na foto ofical com o Gripen ao fundo- Destacamos a presença do Presidente da República, bem como do vice-precidente , do ministro da defesa, dos comandantes da FAB e da Força Aérea Sueca e do piloto de teste da SAAB Marcus Wandt

Finalizando a cerimônia o Presidente Bolsonaro fez um discurso aos presentes tendo como fundo o novo vetor de defesa aérea do Brasil.

“Fomos capazes de colocar no ar dois vetores que podem transformar, de forma irreversível, nossa operacionalidade, nossa capacidade logística e afirmar a nossa superioridade nos 22 milhões de quilômetros quadrados, indispensáveis para manter a nossa soberania”, afirmou Bolsonaro.

“É uma grande honra ver o Gripen E na cerimônia em comemoração ao Dia do Aviador e ao Dia da Força Aérea Brasileira. Não creio que haja um momento mais adequado para esta apresentação, pois certamente significa muito para todos os aviadores brasileiros ter a aeronave voando nos céus do Brasil”, afirmou Micael Johansson, CEO e Presidente da Saab.

Presidente Bolsonaro, ao lado do piloto de testes Marcus Wandt e do Comandante da Força Aérea Sueca, Major General Carl-Johan Edström;

“O desenvolvimento e a fabricação do caça inteligente também têm sido acompanhados de perto por integrantes da Força Aérea Brasileira e envolvem profissionais de diversas empresas nacionais. Portanto, o 23 º de outubro é ainda mais especial este ano, como temos a apresentação oficial do primeiro F-39 Gripen, que chegou ao Brasil”, disse o tenente-brigadeiro Bermudez.

 

O novo vetor de defesa aérea brasileira:

 

Caça FAB 4100 Gripen F-39E

A história com Gripen junto ao Brasil começou em 2014 com a assinatura do contrato cooperação de aquisição de 36 caças Gripen F-39.

No ano seguinte já foram enviados a Suécia cerca de 50 profissionais civis e militares. Na Suécia os brasileiros receberam conteúdo do Gripen F-39.

O Brasil terá uma participação de peso na projeção e desenvolvimento do Gripen, a começar pelos técnicos civis e militares que já foram ou ainda estão na Suécia. Ainda podemos citar a GDDN (Gripen Design and Development Network), que foi instalado no Centro da Embraer em Gavião Peixoto, São Paulo.

Caça FAB 4100 Gripen F-39E

Além disso, também foi inaugurada no estado de São Paulo a Saab Aeronáutica Montagens (SAM). A empresa sediada em São Bernardo do Campo tem como objetivo a construção do cone de cauda, freios aerodinâmicos, caixão das asas, dentre outras peças.

Já em Gavião Peixoto serão fabricadas inteiramente 15 das 36 unidades do Gripen que vão equipar a frota de aviação de caça da FAB.

Entretanto, empresas brasileiras como a Akaer, AEL Sistemas, Embraer e outras empresas estão ligadas no desenvolvimento do Gripen.

Caça FAB 4100 Gripen F-39E

De acordo com a previsão as primeiras unidades operacionais do Gripen F-39E chegarão no final do ano que vem. As 36 unidades do caça vão ficar sediadas na ALA-2, em Anápolis-GO.

 

Detalhes técnicos

 Pontos Internos:

  • Radar ES-05: Possibilita o piloto de caça a registrar e monitorar simultaneamente vários alvos com ângulos laterais ampliados de 100º;
  • Skyward-G IRST: Este sistema atua de maneira passiva, utilizando as emissões de calor do alvo para obter a sua localização;
  • RWR: Este sensor informa que algum radar em solo, mar ou ar detectou o Gripen;
  • ECM: Antenas que fazem a interferência nos radares inimigos, seja confundindo, saturando ou impedindo que o Gripen possa ser marcado como alvo;
  • Datalink: O caça pode se comunicar com outros meios, caças ou aviões de alerta aéreo aproximado, por exemplo o E-99/R99. A comunicação também acontece com veículos em terra embarcações no meio naval;
Cockpit do caça Gripen NG da FAB Foto – Força Aérea Brasileira

Pontos Externos:

  • 10 Wearpontis para armamentos;
  • Grande variedade de mísseis que hoje se encontram no mercado. Como destaque podemos citar o BVRAAM Meteor, que atua em um cenário de combate BVR (Além do alcance visual), ou mesmo um AIM-9 Sidewinder, A-Darter, AIM-123;
  • Canhão Mauser BK27 de 27 mm;
Gamas de armas do Gripen NG

Demais Pontos:

  • Tem uma distância mínima de decolagem de 500M e de pouso de 600M. Isso bem como o tamanho do caça torna possível operações a partir de rodovias.
  • Tempo para rearmar e reabastecer: 10 minutos com cinco militares.

 

Vídeos

 

 

 

Galeria de Imagens:

 

Fontes de apoio: SAAB/FAB

Edições: Aeroflap

DEIXE UMA RESPOSTA