rafale DG dassault grécia haf
Dassault/Divulgação.

O governo da Grécia assinou ontem (24) a compra de seis caças Dassault Rafale adicionais. Com o mais recente contrato, Atenas completa a aquisição de um total de 24 Rafales, já tendo recebido as primeiras aeronaves do pedido original de 18 aviões. 

O documento foi assinado na capital grega pelo CEO da Dassault, Eric Trappier, e o Vice-Almirante Aristidis Alexopoulos, Diretor Geral de Armamentos e Investimentos do Ministério da Defesa, na presença da Ministra das Forças Armadas da França, Florence Parly, e sua contraparte grega Nikolaos Panagiotopoulos. 

Rafale B Grécia
Dassault/Divulgação.

O primeiro pedido, assinado em janeiro de 2021, inclui 12 aviões Rafale EG/DG usados, provenientes dos estoques da Força do Ar e Espaço da França, e outros seis aviões novos de fábrica. Em janeiro deste ano, a Força Aérea Helênica (HAF) levou os seis primeiros aviões para a base aérea de Tanagra, perto de Atenas. 

Em abril de 2021 surgiram rumores de que o país poderia adquirir 24 Rafales, algo que foi confirmado em setembro pelo Primeiro Ministro da Grécia, Kyriakos Mitsotakis, em seu discurso na abertura da 85ª Feira Internacional de Tessalônica. 

Rafale EG Grécia
Um dos seis primeiros Rafale após o tradicional batismo com água. Foto: @isozygio

“Este pedido adicional reflete a grande satisfação do governo grego com as qualidades operacionais do Rafale, bem como sua determinação em fortalecer as capacidades de combate da Força Aérea Helênica para garantir a soberania do país e garantir a segurança de sua população em um contexto geopolítico cada vez mais instável”, afirma a fabricante francesa. 

A entrega das 18 aeronaves do pedido original deverá ser concluída em 2023. No ano seguinte, a Dassault começa o processo de entrega dos seis caças adquiridos no contrato adicional. 

rafale haf
Caças Rafale da HAF.

Com o recente sucesso de vendas do Rafale – incluindo uma encomenda histórica de 80 caças pelos Emirados Árabes – Trappier disse que a fabricante planeja aumentar a taxa de produção do caça. Em 2021, a Dassault obteve 49 pedidos para o modelo: 31 para o Egito, 12 para a França e seis para a Grécia. Segundo o portal Flightglobal, a carteira de pedidos do Rafale no final do ano era de 86 aeronaves, das quais 46 são para exportação.