F-35A Lightning II da USAF

A Lockheed Martin disse que espera uma potencial venda de 4000 caças F-35.

Um dos impulsionamentos de venda em destaque são provenientes do Oriente Médio, de acordo com um anúncio de Marillyn Hewson, presidente-executivo da Lockheed Martin.

O atual registro de caças F-35 são de 3200 exemplares, esse número ainda se soma compras planejadas e ordens assinadas.

F-35A Lightning II Foto: U.S. Air Force/R. Nial Bradshaw

“Há um desejo no Oriente Médio [para o F-35]”, diz ela. “Em algum momento, acho que o governo dos EUA vai olhar para a liberação de tecnologia para o Oriente Médio, assim como eles têm F-15 e F-16 hoje”.

A venda de caças F-16 pela Europa é bem significativa e isso pode acontecer também com o caça stealh F-35 que inclusive já tem lotes encomendados como a Bélgica e Itália e com outros interessados como a Grécia, por exemplo.

A Lockheed Martin está fazendo estratégia para lidar com os concorrentes, e uma destas estratégias, uma delas é abaixar os custos do caça F-35.

DEIXE UMA RESPOSTA