Clique Aqui e receba as principais Notícias da Aviação em tempo real diretamente no seu Whatsapp ou Telegram.

O assento Mk BR10LCX usado para salvar o piloto do A-29A do Esquadrão Flecha na segunda-feira (13). FAB/Divulgação.

A Martin-Baker, fabricante britânica de assentos ejetores, atualizou a sua já conhecida lista de vidas salvas com um de seus produtos, adicionando a recente ejeção bem-sucedida de um aviador da Força Aérea Brasileira. 

Na segunda-feira (13), um piloto de Embraer A-29A Super Tucano do Esquadrão Flecha (3º/3º GAv) teve que ejetar de sua aeronave após detectar uma falha técnica. O piloto tentou regressar à Base Aérea de Campo Grande (Ala 5), mas não conseguiu, sendo obrigado a abandonar o turboélice. Ejetando em segurança, ele foi resgatado em seguida por um helicóptero H-60L Black Hawk do Esquadrão Pelicano (2º/10º GAv). 

Na tarde desta quinta-feira (16), a FAB informou que o piloto “se encontra em casa, bem de saúde e, em breve, poderá retornar às atividades aéreas.”

https://twitter.com/fab_oficial/status/1438551062257053698

Dessa forma, o piloto da Força Aérea Brasileira se tornou a pessoa nº 7657 a ser salva por um assento da Martin-Baker, uma das mais tradicionais fabricantes desse tipo de equipamento, fundada em 1934. Os A-29A/B Super Tucano são equipados com o assento Mk. BR10LCX. Os caças F-5EM/FM Tiger II, caças-bombardeiros A-1 AMX e o treinadores T-27 Tucano também usam assentos fabricados pela Martin-Baker. O mesmo também serve para os F-39E/F Gripen: o futuro caça brasileiro usa o assento Mk.10L. 

https://www.facebook.com/Martin.Baker.Aircraft.Co/posts/4631018766908790

Agora, o piloto da FAB fará parte do Ejection Tie Club, um clube promovido pela fabricante para todos que foram salvos por seus assentos. A companhia presenteia o aviador com uma gravata, um certificado e outros produtos de lembrança. No site da fabricante podem ser vistos inúmeros relatos de aviadores que ejetaram e sobreviveram para contar a história. O célebre clube já conta com mais de seis mil membros registrados, destaca a Martin-Baker. Também é tradição que o piloto fique com o assento usado para salvar sua vida. 

A última atualização da lista de vidas salvas pela empresa ocorreu no dia 19/08, quando foram contabilizadas mais duas: dois pilotos de um A-29B Super Tucano da Força Aérea Afegão ejetaram depois de uma colisão aérea com um caça MiG-29 Fulcrum uzbeque, na noite do dia 15/08. Os pilotos do Afeganistão estavam fugindo do avanço do Talibã, que retomou o país com a retirada das tropas dos EUA e coalizão. 

https://www.facebook.com/Martin.Baker.Aircraft.Co/posts/4545220318821969

DEIXE UMA RESPOSTA