Produção do Boeing 747 será encerrada em 2022

Boeing 747-8I. Foto : Wikipédia

Nesta quarta-feira (29/07), durante uma apresentação de resultados, a Boeing confirmou que a produção do clássico 747 será encerrada em breve.

A confirmação da Boeing segue uma especulação anterior sobre o encerramento da linha de produção do 747 em 2022, algo que realmente deve acontecer. 

A Boeing continuará produzindo o 747 pelos próximos dois anos, para entregar as últimas unidades. Como acontece atualmente com o A380, não será possível encomendar novos aviões.

Atualmente a fabricante norte-americana produz o 747 com uma taxa reduzida, de um avião fabricado a cada dois meses. Apenas versões cargueiras estão saindo de fábrica, visto que a produção do 747-8i encerrou em 2015.

Nos últimos dias a Boeing recebeu da principal fabricante de componentes do 747, a Triumph, um comunicado, informando a produção dos últimos componentes do Jumbo pela empresa.

O encerramento da produção do 747, após 50 anos de produção, é um significativo marco para o setor. O 747 anteriormente revolucionou as viagens aéreas, mas atualmente é visto pelas companhias aéreas como uma aeronave ineficiente.

Mesmo a tentativa da Boeing de renovar o 747 com base nos motores do novo 787 Dreamliner não demonstrou resultados positivos. A nova aeronave ainda ganhou uma expansão da cabine, mas caiu no mesmo final do Airbus A380.


 

DEIXE UMA RESPOSTA