Saab Gripen E
Saab JAS-39E Gripen sueco. Foto: Saab AB.

Após a decisão do Governo da Finlândia de adquirir o F-35A Lighting II, a fabricante sueca Saab se pronunciou na manhã desta sexta-feira (10). No comunicado, publicado através de seus perfil oficial no idioma finlandês, a Saab diz ter recebido a decisão com respeito mas também com decepção. 

“A decisão do projeto HX foi divulgada hoje. Recebemos a decisão com respeito, mas um tanto surpresos e decepcionados. Estamos orgulhosos de nossa oferta Gripen e GlobalEye e acreditamos que foi a melhor solução para a Finlândia.”

No final de abril deste ano, a Saab entregou sua proposta final para o Programa HX. Além dos 64 caças Gripen E, a oferta também incluía dois jatos GlobalEye de alerta antecipado e controle, além de um amplo acordo de cooperação industrial. 

Contudo, a proposta — já aliada com a histórica parceria entre Helsinque e Estocolmo — não foi suficiente. Nesta sexta-feira, a Força Aérea Finlandesa anunciou o caça stealth F-35 como o vencedor da licitação. Além do Gripen, o jato de 5ª Geração superou o também americano F/A-18 Super Hornet da Boeing, o Dassault Rafale francês e o multinacional Eurofighter Typhoon.

Saab Gripen E GlobalEye
Caça Saab Gripen E com o jato de alerta antecipado GlobalEye. Foto: Saab AB.

Os jatos furtivos dos EUA irão substituir a frota de caças F/A-18C/D Hornet da Finlândia. Os primeiros F-35 serão entregues à Força Aérea em 2026, substituindo completamente os Hornets entre 2028 e 2030. 

Apesar da derrota na licitação do seu país vizinho, o Saab Gripen segue disputando contra o F-35 no Canadá, que também quer substituir seus F/A-18. O caça sueco também concorre contra o F-16 nas Filipinas. 

DEIXE UMA RESPOSTA