F-35 Elephant Walk hill
Caças F-35A Lightning II durante uma manobra Elephant Walk na Base Aérea de Hill em 2020. Foto: USAF.

A República Tcheca poderá se tornar mais uma cliente do F-35 Lightning II nos próximos anos. O caça stealth dos EUA deverá competir com outros três aviões de combate para substituir caças Gripen Legacy operados em regime de leasing. 

A Força Aérea da República Tcheca (CzAF) tem 14 caças JAS-39C/D Gripen arrendados junto à Saab até 2027. A invasão da Ucrânia pela Rússia reforçou a necessidade da CzAF para comprar novos aviões, observa o portal tcheco Echo24.

Segundo a publicação, a Força Aérea entregou ao Ministério da Defesa “a ideia de quais aeronaves devem proteger o espaço aéreo tcheco nos próximos anos”, após um estudo para avaliar as necessidades da sua aviação de combate. A ideia da CzAF é adquirir um total de 24 novos caças, equivalente a dois esquadrões táticos completos. 

Gripen República Tcheca OTAN policiamento aéreo
Caças JAS-39C Gripen da República Tcheca assumiram a missão de policiamento ao lado dos Mirages franceses e Hornets espanhóis. Foto: OTAN/Divulgação.

Informações obtidas pelo portal apontam que o F-35 dos EUA é o favorito, mas ainda deverá disputar com o Eurofighter Typhoon, o F-16 Block 70 e o Saab Gripen E/F. 

Ao mesmo tempo, a própria Lockheed Martin, fabricante do caça “invisível aos radares”, confirmou as conversas com governo tcheco. “As discussões estão em andamento com dois países interessados ​​em comprar o F-35”, afirmou JR McDonald, vice-presidente de estratégia e desenvolvimento de negócios do F-35, a repórteres durante o salão aeroespacial ILA Berlim, na Alemanha

Conforme observa o Aerotime, o outro país que entrou em discussões provavelmente é a Grécia, com uma potencial compra de 20 F-35A. “Até onde eu sei, a República Tcheca está mais perto de tomar uma decisão”, disse McDonald. Ainda neste ano o Embaixador dos EUA na Grécia disse que a compra dos F-35 pelo país era certa.

F-35 F-22 EUA
Caças F-35 Lightning II e F-22A Raptor. Foto: USAF.

A Lockheed pretende entregar até 153 F-35 em 2022, com uma taxa de produção de 12 a 13 aviões por mês. Até agora, cerca de 810 caças F-35 já foram entregues.

McDonald observou que apenas no ano passado, quatro países selecionaram o F-35 como seu novo caça, totalizando mais 223 aviões. Além disso, o executivo disse que a previsão é que mais de 550 F-35 estejam em operação na Europa até 2035.