• Instagram
  • Feed
  • Telegram
  • Youtube

Confira as 10 mais importantes notícias da aviação na última semana

Resumo Notícias Qatar Airways
Foto: Eurospot (@cliper31) via Twitter

Bem vindo ao resumo semanal de notícias da aviação do Portal Aeroflap. Aqui listamos para o nosso público os 10 assuntos principais da aviação nos últimos sete dias, bem como os artigos e vídeos publicados na semana.

Para essa postagem consideramos as matérias publicadas entre o período de 12 de fevereiro a 18 de fevereiro, exatamente sete dias, e descontando o dia anterior ao de publicação do resumo, que é sempre aos domingos aqui no Portal Aeroflap.

Receba as principais notícias da aviação diretamente no seu TELEGRAM, em tempo real. Participe do nosso grupo Clicando Aqui.
Para participar no Whatsapp Clique Aqui.
 

1.Países iniciam suspensão de voos para a Ucrânia, devido à ameaça de guerra

KLM

Foto: Matheus Felipe/Aeroflap

No sábado retrasado (12) a KLM anunciou que está cancelando todos os seus voos para a Ucrânia, alegando preocupações com as seguranças das operações. A companhia também vai deixar de sobrevoar o espaço aéreo da Ucrânia pelo mesmo motivo.

A companhia aérea tinha dois voos diários ligando sem escalas Amsterdã e Kiev, capital da Ucrânia. Todos os voos já foram cancelados, e os passageiros com passagens aéreas compradas estão recebendo assistência da companhia aérea.

A embaixada da Holanda em Kiev já está sendo evacuada devido ao risco listado pelo Governo dos Países Baixos de um iminente ataque de tropas russas. Os serviços serão deslocados e mantidos por uma equipe mínima na cidade de Lviv, mais ao oeste da Ucrânia.

Já a alemã Lufthansa declarou que está estudando a suspensão dos voos para a Ucrânia, bem como o sobrevoo do espaço aéreo. Uma decisão ainda não foi tomada pela companhia.

Algumas companhias aéreas cancelaram ou desviaram voos para a Ucrânia em meio a avisos do Ocidente de que uma invasão da Rússia é iminente, apesar das intensas negociações de fim de semana entre Moscou e Washington.

Neste último sábado a companhia aérea ucraniana SkyUp precisou desviar um voo de Madeira (Portugal) para Kiev (Ucrânia). A aeronave pousou com 175 passageiros a bordo na capital da Moldávia, após a empresa de leasing dona da aeronave impedir o voo de aeronaves da aérea sobre a Ucrânia.

 

2. Cobra é fotografada acima dos passageiros em voo da AirAsia

Cobra AirAsia

Passageiros de um voo da AirAsia, que estava sendo operado de Kuala Lumpur (Malásia) para Tawau (Malásia) no último dia 10 de fevereiro, se assustaram após avistarem uma cobra rastejando no painel localizado logo acima dos assentos.

A aeronave estava a 33000 pés quando isso ocorreu, os passageiros chamaram imediatamente os comissários de bordo para informar o problema, que vocês conferem no vídeo abaixo.

Os pilotos decidiram então desviar o avião para um pouso não programando em Kuching, chegando ao solo 45 minutos depois que a cobra foi encontrada.

A companhia enviou um outro A320, de matrícula 9M-RAL, para buscar os passageiros e levá-los até Tawau. Todos chegaram ao destino com um atraso de quase 6 horas, mas sem problemas com a cobra.

O Airbus A320 de matrícula 9M-RAN que cumpria o “voo snake” está até o momento em Kuching.

 

3. USAF realiza belíssima demonstração de aeronaves no Super Bowl

Super Bowl 2022 Fly sobrevoo

Foto: Heritage Flight

No último domingo (13) ocorreu o Super Bowl LVI em Los Angeles, no SoFi Stadium, que contou com um jogo emocionante entre Los Angeles Rams e Cincinnati Bengals.

Porém, como nosso assunto por aqui é aviação, está na hora de mostrar o voo em formação que a Força Aérea dos Estados Unidos (USAF) realizou na hora do Hino dos EUA. Cinco aviões foram utilizados para comemorar os 75 anos da U.S. Air Force.

Sem apostar em bombardeiros e aviões de grande porte como em 2021, desta vez a Força Aérea dos EUA trouxe ao Super Bowl cinco modelos de caças que compõem a sua frota. Confira a lista abaixo:

  • P-51 Mustang do Patrimônio da Força Aérea;
  • A-10 Thunderbolt da Base da Força Aérea Davis-Monthan, Arizona;
  • F-16 Fighting Falcon de Shaw AFB, Carolina do Sul;
  • F-22 Raptor da Base Conjunta Langley-Eustis, Virgínia;
  • F-35 Lightning de Hill AFB, Utah;

A FAA montou um esquema especial para o Super Bowl, bloqueando sobrevoos de outras aeronaves na região do estádio. 

Enquanto a estrela da música country, Mickey Guyton, cantava o hino nacional, os cinco aviões passaram sobre o estádio totalmente alinhados, em um misto de modernidade e nostalgia pelo clássico P-51 na formação.

Confira o sobrevoo das aeronaves no vídeo abaixo:

 

4. Korean Air recebeu o seu primeiro Boeing 737 MAX

Korean Air Boeing 737 MAX

Mais uma companhia aérea vai voar com o Boeing 737 MAX neste ano, trata-se da Korean Air, companhia aérea de bandeira da Coréia do Sul. A empresa firmou uma encomenda para 30 jatos norte-americanos em novembro de 2015.

Quase sete anos depois, a Korean Air recebeu o seu primeiro Boeing 737 MAX 8, porém a entrega deveria ter sido feita bem antes. O primeiro avião do tipo da empresa já estava pronto na fábrica da Boeing em Seattle quando houve a suspensão global de voos com o avião após dois acidentes fatais.

Uma curiosidade é que a aeronave chegou a sair dos EUA, que foi levada para Narita no Japão onde ficou estocada desde meados de 2019. A Korean Air recebeu oficialmente sua aeronave no último domingo (13).

Não foram divulgados os detalhes sobre as atualizações dos sistemas defeituosos do 737 MAX e outras alterações, porém um porta-voz da companhia disse:

“Vamos colocar todos os esforços para sua operação segura sob a supervisão do Ministério dos Transportes. Nosso escritório de segurança e proteção servirá como uma torre de controle abrangente para a operação segura do avião”.

O ‘novo’ avião recebeu a matrícula HL8348 e pode acomodar 146 passageiros divididos em duas classes sendo 8 na Executiva e 138 na Econômica. 

A Korean Air informou que iria iniciar oficialmente seus voos com o Boeing 737 MAX já no mês de março, mas não divulgou ainda detalhes sobre quais rotas e cidades irão receber o novo avião. Os outros 29 aviões deverão ser todos entregues até o ano de 2028.

 

5. Mais caças F-15 chegam na Polônia enquanto tensões aumentam na Europa

F-15 PC AB

Caça F-15C Eagle da 48ª Ala de Caças. Foto: USAF.

A Força Aérea dos EUA na Europa e África (USAFE) enviou mais oito caças F-15 Eagle para a Base Aérea de Łask na segunda-feira (14). As aeronaves de combate se juntaram à outras oito do mesmo modelo que estão desdobradas desde o dia 10. 

A chegada dos caças F-15C/D Eagle da 48ª Ala de Caça foi divulgada no Twitter pelo Ministro da Defesa polonês Mariusz Błaszczak. As aeronaves, com sede na base aérea de RAF Lakenheath no Reino Unido, pousaram na 32ª Base Aérea Tática em Łask para participar da missão de Policiamento Aéreo da OTAN nos países bálticos. Os F-15 permanecerão na base polonesa até o final de fevereiro. 

Na semana passada, quatro bombardeiros B-52H chegaram ao Reino Unido no mesmo dia em que a USAFE enviou os oito primeiros F-15 para a Polônia. No dia seguinte, um número não revelado de caças F-16 foram enviados da Alemanha para a Romênia. Tanto os F-16 quanto os F-15 carregavam mísseis reais. Você pode ler mais sobre estes desdobramentos clicando aqui.

Além das aeronaves dos Estados Unidos, caças da Espanha, Itália, Polônia e Dinamarca foram desdobrados para outros países membros da OATN. 

 

6. Aeroporto de Congonhas: Policiais e bandidos trocam tiros no edifício garagem

ANAC ASO

No final da tarde da última terça-feira (15/02) ocorreu um tiroteio no estacionamento do Aeroporto de Congonhas, em São Paulo. Na ocasião dois assaltantes que estavam roubando estepes de carros trocaram tiros com policiais.

Um dos assaltantes foi preso, e o outro está foragido visto que conseguiu fugir após o tiroteio. Os criminosos estavam levando o estepe de um carro de luxo no edifício garagem do local, e os policiais foram avisados por seguranças do local.

Nenhum passageiro ou civil foi ferido durante a troca de tiros. De danos patrimoniais, uma cancela do local foi quebrada e está isolada. O estepe do carro não foi roubado. Toda a ação durou aproximadamente 5 minutos.

Cada estepe roubado vale aproximadamente R$ 8 mil de acordo com os policiais.

As imagens de câmeras do local foram coletadas, e serão analisadas posteriormente pela Polícia Civil de São Paulo para identificar o ladrão que conseguiu fugir. Uma investigação já estava acontecendo pela Polícia Civil de SP, e a ação faz parte da tentativa de minimizar os roubos no Aeroporto de Congonhas.

“A Infraero esclarece que, na tarde desta terça-feira (15/2), houve tentativa de assalto frustrada nas dependências internas do Edifício Garagem do Aeroporto de Congonhas. As Polícias Militar e Civil foram acionadas e compareceram imediatamente ao local. Vale ressaltar que o edifício é administrado pela Estapar, responsável pela segurança do local”, disse a Infraero em nota oficial.

 

7. Embraer diz que pode lançar novo turboélice ainda em 2022

Embraer Turboélice

Imagem: Divulgação Embraer

A Embraer está desde 2019 apresentando a possibilidade de construir uma nova aeronave, para voltar ao segmento de turboélices. E de acordo com o Arjan Meijer, presidente da divisão de aviação comercial da fabricante brasileira, uma decisão sobre o projeto será tomada em breve.

O novo turboélice da Embraer deverá ser equipado com motorização convencional, de acordo com Meijer, se a fabricante decidir prosseguir com o projeto entre o final deste ano e o início de 2023.

O prazo de entrada em uso comercial, de 2027, impede que a Embraer invista em uma propulsão híbrida para sua nova aeronave. No entanto, a fabricante quer incorporar melhorias aerodinâmicas, de materiais, nos aviônicos e motores convencionais mais econômicos compatíveis com biocombustíveis.

O novo avião turboélice deve focar no mercado de 70 a 90 assentos, como já postado anteriormente. 

Como meta, a Embraer espera uma perspectiva de demanda para 1000 novos aviões neste mercado de 70 a 100 assentos nos próximos 10 anos. A demanda existe mesmo considerando a disponibilidade do avião para depois de 2027.

 

8. FAB monta estação-rádio em Petrópolis (RJ) para auxiliar aeronaves de resgate

Força Aérea Brasileira FAB Petrópolis

Foto: FAB/Divulgação

Em apoio à operação de resgate às vítimas do desastre ambiental em Petrópolis (RJ), a Força Aérea Brasileira (FAB) disponibilizou efetivo e recursos tecnológicos para dar suporte e garantir a segurança das aeronaves envolvidas nas ações de busca e salvamento na região.

Entre as ações, foi providenciada a instalação de uma Unidade de Serviço de Informações Aeronáuticas (AFIS, do inglês Aerodrome Flight Information Service) – também conhecida como estação-rádio.

O Primeiro Esquadrão do Primeiro Grupo de Comunicações e Controle (1º/1º GCC – Esquadrão Profeta) iniciou o deslocamento de material e pessoal para a região serrana na quinta-feira (17/02), com um caminhão e duas viaturas, onde realizou a montagem de uma AFIS. O serviço tem dado suporte às aeronaves que atuam diretamente no socorro e apoio às vítimas. 

A estrutura montada na região conta com quatro toneladas de equipamentos, como gerador, antena para enlace via satélite, computadores interligados em rede e sistemas de rádios de comunicação VHF, com antenas de transmissão e recepção, estação meteorológica, dentre outros. 

Sob a coordenação do Primeiro Grupo de Comunicações e Controle (1º GCC), todo o suporte na comunicação entre as aeronaves é dado por  14 militares do Esquadrão Profeta e um do Parque de Material de Eletrônica da Aeronáutica do Rio de Janeiro (PAME-RJ).

Com o auxílio de operador de estações aeronáuticas e dois controladores de tráfego aéreo do 1º GCC, a equipe será responsável pela navegação na área do local das buscas.

A FAB criou, ainda, uma “No Flight Zone” (uma zona de exclusão aérea) para proibir o voo de outras aeronaves que não estão envolvidas diretamente com o resgate como também os voos com drones não autorizados, afim de não afetar a segurança das operações.

 

9. Vídeo: Avião da GOL arremete em incidente com jato executivo no Aeroporto de Guarulhos

Aeroporto de Guarulhos incidente

Foto: Reprodução/SBGR

No último dia 15 de fevereiro um Boeing 737 da GOL Linhas Aéreas precisou arremeter poucos momentos antes de pousar na 09R do Aeroporto de Guarulhos.

O procedimento, comum na aviação por motivos de segurança, foi causado por um jato executivo que avançava na taxiway em direção à pista, enquanto a aeronave quase tocava o solo.

No vídeo abaixo podemos ver o comando incisivo da controladora de voo, solicitando a arremetida da aeronave da GOL, para evitar um possível acidente. O piloto do Learjet, ao ver o aviso, e com o avião da GOL no seu visual, também parou imediatamente a aeronave, à poucos metros da pista 09R-27L.

Veja no vídeo abaixo do canal SBGR, que conta com o áudio do controle de tráfego aéreo do terminal:

O jato executivo, um Bombardier Learjet, ultrapassou a marca de limite de deslocamento na taxiway, conhecido como “ponto de espera”. A própria torre de controle informou aos pilotos da GOL que o jato executivo ultrapassou o limite de deslocamento sem autorização, procedimento que deveria ter sido realizado por parte dos pilotos.

A aeronave da GOL seguiu para um pouso seguro minutos depois de arremeter.

Marcação do ponto de espera corta a taxiway de ponta a ponta, até os seus limites.

O incidente é considerado grave, e provavelmente será investigado posteriormente pelo CENIPA.

 

10. Boeing 737-200 está sendo vendido no OLX e você pode comprá-lo

Foto: OLX/Reprodução

Por ‘apenas’ R$ 150.000 você pode levar para casa um clássico Boeing 737 (-200) com a pintura da congolesa Gtra Airways.

Curiosamente, essa aeronave chegou a operar a partir dos anos 2000 pela TAF Linhas Aéreas com a matrícula PT-MTA, realizando operações de carga em todo o Brasil.

Em 2008, o 737–200 passou a ostentar o registro 9Q-CGJ e ganhou uma nova pintura da Gtra Airways, empresa aérea do Congo que sequer iniciou as suas operações, ficando abandonada no aeroporto de Fortaleza.

Boeing 737

Registro em 2008 mostra que o ex-PT-MTA quase teve um novo operador Foto: Haroldo Fiuza Junior via Jetphotos

Atualmente, o PT-MTA é o Boeing 737 mais antigo no Brasil, a aeronave teve a Aer Lingus como a sua primeira operadora em 1969, fazendo parte de outras operadoras como a Nigeria Airways, Alitalia Cargo, retornando anos mais tarde para a Aer Lingus, quando finalmente foi repassada para a TAF.

Boeing 737

Mesmo com as cores da TAF, o PT-MTA já se encontrava em estado de abandono Foto: David Ribeiro via Jetphotos

Mesmo que a aeronave não possa mais voltar aos céus, o uso da sua fuselagem como estrutura para um novo empreendimento pode ser uma chance de sobrevida para este histórico 737.

Extra

  • Qatar Airways recebe aeronave com belíssima pintura retrô
Qatar Airways

Foto: Eurospot (@cliper31) via Twitter

Decolou na última quarta-feira (16) de Toulouse (TLS), na França, um Boeing 777-300ER da Qatar Airways ostentando uma pintura comemorativa retrô dos seus 25 anos.

A pintura em questão relembra os seus primeiros anos de operações, quando a companhia começou a operar os trijatos 727.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Fly_To_Nowhere (@flyton0where)

Contudo, o Boeing 777 de matrícula A7-BAC realizou o processo de pintura em Toulouse, berço da rival Airbus que trava ironicamente, uma batalha judicial acerca dos processos de pinturas em alguns A350.

Acompanhe no vídeo abaixo a sua primeira decolagem:

Nos últimos anos, tonou-se bastante popular o uso de pinturas especiais para ocasiões comemorativas, principalmente quando uma empresa aérea atinge uma certa idade de operações ou quando realiza um marco especial.

Além de ser um atrativo para os spotters, tais aeronaves com ‘pinturas especiais’ se tornam uma vitrine a céu aberto para divulgar a marca de uma forma mais chamativa, algo que os entusiastas e admiradores adoram.

 

Artigos

 
RQ-4 Block 40

O RQ-4 Global Hawk pode voar a mais de 18 mil metros por mais de 32 horas. Foto: Northrop Grumman.

Nesta semana nós publicamos três artigos especiais, o primeiro abordamos as 30 rotas mais movimentadas do país em 2021, apresentando a mudança significativa de panorama da aviação brasileira pós-covid.

No segundo artigo descrevemos o Drone dos Estados Unidos que é capaz de sobrevoar a Ucrânia por até 32 horas sem reabastecer. No artigo listamos todas as funções da aeronave, e como ela ajuda em uma situação de guerra.

Além disso, na última quinta-feira (17/02) o CEO da LATAM Brasil, Jerome Cadier, explicou um pouco mais de como um “bird strike” afeta as operações da companhia, e principalmente o financeiro.

De acordo com Jerome, entre os mais de 150 mil voos operados pela companhia brasileira em 2021, apenas 0,3% sofreram colisões com pássaros. Mas isso representa 461 voos da aérea, praticamente equivalente a um dia de operação, com 24 horas.

NOSSO VÍDEO DA SEMANA

A equipe da Aeroflap esteve no Aeroporto de Congonhas pra mostrar pra vocês, o novo EMAS (Engineered Material Arresting System).

O objetivo desse sistema, é diminuir a distância de parada das aeronaves em situações anormais, através do atrito dos pneus com as “pedras” soltas e aumentar a segurança nas operações do aeroporto de Congonhas.

Confira no vídeo abaixo:

Você também pode conhecer quais são os aviões mais caros do mundo, de acordo com sua função, e também as características dessas aeronave. Veja no vídeo abaixo:

 

O resumo semanal das notícias da aviação conta com a colaboração dos editores Gabriel Centeno, Gabriel Melo, Gabriel Benevides e Pedro Viana.

 

Quer receber nossas notícias em primeira mão? Clique Aqui e faça parte do nosso Grupo no Whatsapp ou Telegram.