Airbus A330 MRTT FAB

Em um documento publicado no Diário Oficial da União na última segunda-feira (10), o Ministério da Defesa autorizou a Força Aérea Brasileira a adquirir duas aeronaves de reabastecimento em voo usadas. 

O documento também retira a exigência de acordos de compensação comercial, tecnológica ou industrial do Projeto KC-X3, como o Comando da Aeronáutica chama o processo.

“A celeridade na aquisição se justifica, dentre outros motivos, pelo enfrentamento a emergência de saúde pública e para apoio humanitário. Caberá às autoridades competentes do órgão interessado o acompanhamento e a fiscalização dos atos decorrentes.”

A informação foi publicada inicialmente na Revista Força Aérea, na manhã desta quarta-feira. Confira abaixo o Despacho Decisório 12/GM-MD. 

Agora, o Comando da Aeronáutica deve buscar duas aeronaves usadas no mercado internacional. Atualmente, os dois principais aviões de transporte e reabastecimento em voo estratégicos disponíveis no mercado são o Boeing KC-46 Pegasus e o Airbus A330 MRTT (Multi-Role Tanker Transport), apesar do documento não especificar nenhum modelo. 

No dia 28 de janeiro o Presidente Jair Bolsonaro anunciou, em live, a aquisição de dois aviões Airbus A330, o que seria realizado com recursos resgatados pela Operação Lava Jato. O Presidente, na verdade, mencionou “A230”, todavia, esse modelo não existe.

Em março, o Ministério da Economia negou os recursos para a aquisição das aeronaves. O Tenente Brigadeiro Baptista Jr., atual Comandante da Força Aérea afirmou, na época, que a instituição buscava outras formas que obter o financiamento. 

A necessidade para esse tipo de aeronave existe desde 2013, quando os Boeing KC-137 do Esquadrão Corsário foram aposentados, deixando uma lacuna até agora não preenchida, algo que também foi exposto nos transportes realizados pela FAB durante os picos da pandemia, no âmbito da Operação COVID-19. 

No momento, a FAB conta com dois KC-130M Hércules para as missões de reabastecimento em voo (REVO), operações que logo serão realizadas pelos novos Embraer KC-390 Millennium.