Airbus A330 MRTT FAB Notícias Aviação Força Aérea Brasileira

Esta é a última semana do mês de janeiro, e como de costume separamos para você nosso leitor um resumo do que mais de importante aconteceu na aviação na última semana.

Vamos conferir nos parágrafos abaixo todos os assuntos que mais repercutiram no setor aéreo tanto da parte comercial como da parte militar.

Para essa postagem consideramos as matérias publicadas entre o período de 22 à 28 de janeiro, exatamente sete dias, e descontando o dia anterior ao de publicação do resumo, que é sempre aos domingos aqui no Portal Aeroflap.

Receba as principais notícias da aviação diretamente no seu TELEGRAM, em tempo real. Participe do nosso grupo Clicando Aqui.
Para participar no WhatsApp Clique Aqui.
 

1. FAB abre licitação para a compra de dois novos Airbus A330

Airbus A330 MRTT FAB

A Força Aérea Brasileira (FAB), abriu na última quinta-feira (27) uma licitação para a aquisição de dois Airbus A330-200. O documento foi publicado no Diário Oficial da União, oficializando o processo de compra das aeronaves no âmbito do Projeto KC-X3.

De acordo com a matéria da Revista Força Aérea, a licitação internacional visa a aquisição de duas aeronaves de passageiros A330. Mais tarde, os jatos serão convertidos em aviões tanque multimissão no padrão MRTT (Multi Role Tanker Transport) nas instalações da Airbus em Getafe, na Espanha. Os novos A330 da FAB terão como sede a Base Aérea do Galeão no Rio de Janeiro, onde serão empregados pelo Esquadrão Corsário (2º Esquadrão do 2º Grupo de Transporte).

Um dos requisitos é que as aeronaves tenham pouco menos de oito anos de idade, ou seja, fabricadas depois de 2014, além de serem compatíveis para a futura conversão militar.

 

2. Acidente com F-35C Lightning II da Marinha dos EUA

F-35 C Carl Vinson US Navy
Um F-35C do VFA-147 taxiando no Carl Vinson durante navegações no Mar das Filipinas no dia 22/01. Foto: US Navy.

O piloto de um F-35C Lightning II da Marinha dos EUA ejetou durante um “acidente no pouso” a bordo do porta-aviões USS Carl Vinson (CVN-70), no Mar do Sul da China, na última segunda-feira (24). Sete pessoas se feriram. 

O caça estava realizando operações de voo de rotina no Mar da China Meridional, quando sofreu um acidente no pouso, informou a Marinha na noite do dia 24/01. O piloto foi resgatado por um helicóptero e se encontra em condições estáveis.

Sete marinheiros que estavam no deque ficaram feridos; três foram evacuados da embarcação e levados para uma instalação de tratamento médico nas Filipinas, apresentando condições estáveis. Os outros quatro foram tratados por pessoal médico a bordo do navio. Três já foram liberados. 

O USS Carl Vinson é o primeiro porta-aviões dos EUA a operar com a ala aérea embarcada integrada da US Navy, também chamada de Ala do Futuro.

A foto mostra o F-35C nas águas do Mar da China Meridional. É possível ver que o jato está sem o canopy, restando o para-brisa aparentemente chamuscado, marcas da ejeção do piloto. Na água são vistos pedaços de vários tamanhos e formas perto da aeronave. 

Confira mais informações sobre clicando aqui.

 

3. Boeing fecha 2021 com grande número de entregas mas amarga enorme prejuízo

Boeing 737 MAX

A Boeing apresentou na quarta-feira (26/01) os seus resultados do quarto trimestre de 2021, bem como o acumulado no ano todo.

Com uma alta na entrega de aeronaves em todo o ano, a Boeing teve uma alta na receita do quarto trimestre, registrando US$ 14,8 bilhões, e um prejuízo o montante de US$ 4,1 bilhões.

No acumulado de 2021 a receita total foi de US$ 62,2 bilhões, enquanto o prejuízo foi de US$ 4,3 bilhões. A Boeing finalizou 2021 com um fluxo de caixa operacional de US$ 0,7 bilhão.

Grande parte do prejuízo registrado pela Boeing no 4º trimestre é devido aos problemas operacionais na parte comercial da empresa, com a paralisação das entregas do 787 Dreamliner, e atrasos consideráveis no programa do 777X, ao mesmo tempo que a empresa injeta dinheiro para certificar a aeronave.

Na parte militar a Boeing precisou pagar US$ 402 milhões em indenizações por atrasos no programa do KC-46, da Força Aérea dos EUA.

Ao longo do último ano a fabricante entregou 340 aviões no total, a maior parte do modelo 737 MAX, visto que enfrenta problemas na produção do 787 Dreamliner, até então o 2º principal produto. Em 2020 a Boeing entregou 157 aviões e teve um prejuízo de US$ 12,7 bilhões.

 

4. Embraer reintegra totalmente a divisão de aviões comerciais

Embraer E195-E2. Foto: Embraer/Divulgação.
A Embraer concluiu com sucesso a reintegração dos principais sistemas de tecnologia da informação e processos do negócio da aviação comercial. As atividades desenvolvidas ao longo do mês de janeiro ocorreram sem prejuízo de continuidade das operações essenciais da companhia.
 
A reorganização decorrente deste processo foi iniciada em maio de 2020 e, desde então, tem sido um dos principais focos da Embraer, como parte da revisão do plano estratégico e da execução de iniciativas para o aproveitamento das competências e recuperação de sinergias, garantindo benefícios operacionais e eliminando ineficiências fiscais como uma gestão integrada, menos complexa e mais ágil pode oferecer. Com a conclusão e restabelecimento do ritmo normal da empresa, a aviação comercial volta a estar diretamente ligada à estrutura da Embraer.
 
 

5. Sideral personaliza aeronave em alusão a parceria com os Correios; empresa fez 359 anos

Foto: @cwbspotteroficial/Jerfson Luan

A Sideral Linhas Aéreas já é parceira de transporte de mercadorias de longa data dos Correios, mas somente agora surgiu uma aeronave em alusão a essa parceria.

A companhia aérea com sede em Curitiba personalizou um Boeing 737-400 com as cores e o logotipo dos Correios. A aeronave de matrícula PR-SDT foi vista no Aeroporto de Curitiba nas instalações da Sideral.

O Boeing com as cores da empresa estatal e o pequeno nome da Sideral localizado próximo as janelas do cockpit, deverá entrar em operação já nesta terça-feira (25). Atualmente a companhia aérea faz a Rede Postal Noturna (RPN) em diversas cidades no Brasil.

A frota da Sideral é composta por aeronaves Boeing 737-300, -400 e -500 tanto para o transporte de cargas e correspondências ou para o transporte de passageiros em voos fretados. 

 

6. Inframerica deve participar de grupo sobre concessão do Aeroporto Santos Dumont

Aeroporto Santos Dumont
Foto: Infraero/Reprodução

A Inframerica, concessionária que administra o Aeroporto Internacional de Brasília demonstrou interesse em participar do grupo que debate sobre o edital de concessão do Aeroporto Santos Dumont no Rio. 

O interesse da administradora do Aeroporto de Brasília vem após a GRU Airport solicitar sua participação no debate. O grupo foi criado pelas autoridades do Rio de Janeiro manifestarem seu protesto contra o edital de concessão do terminal aéreo central do estado que foi sugerido pelo governo.

As autoridades estão preocupadas com as possíveis consequências da concessão do Santos Dumont possa afetar as operações do Aeroporto Internacional do Galeão que fica localizado na Ilha do Governador. 

Outros administradores de aeroportos se preocuparam com os futuros termos da concessão do Santos Dumont proteger de alguma forma o Galeão e impactar as operações tanto de Brasília como de Guarulhos que são dois dos mais importantes terminais do país.

 

7. Homem é encontrado com vida no trem de pouso de avião em Amsterdã, após 11 horas de voo

Foto – Infraero/Divulgação

Um passageiro clandestino foi descoberto no trem de pouso dianteiro de um Boeing 747F da Cargolux, na manhã do domingo (23/01). De uma forma surpreendente o homem estava vivo, após a aeronave cumprir um voo em alta altitude entre Joanesburgo (África do Sul) e Amsterdã.

O homem foi resgatado por funcionários do aeroporto, que avisaram a polícia holandesa. As autoridades divulgaram que o homem era um jovem africano, e foi transferido para um hospital local.

“Nossa primeira preocupação, é claro, foi com a saúde dele”, disse um porta-voz da polícia holandesa. “Definitivamente, é muito incomum que alguém tenha conseguido sobreviver ao frio a uma altura tão alta – muito, muito incomum”.

Por conta das condições adversas para o ser humano, ainda mais por se tratar de um local do avião onde não há pressurização e oxigênio em alta altitude, os viajantes ilegais acabam morrendo sufocados e congelados na maioria das vezes, ou acabam caindo da aeronave em pleno voo.

Após a recuperação do jovem africano, as autoridades locais de imigração deverão cuidar do caso, disse o porta-voz da polícia local.

“Quando o homem estiver recuperado e liberado pelo hospital, ele será processado no Asylum Seekers Center (AZC), onde seu status será determinado se ele realmente está procurando asilo”, disse a porta-voz da Polícia Militar Real Holandesa, Joanne Helmonds, à CNN.

Ainda não está esclarecido se o passageiro clandestino entrou no trem de pouso dianteiro do Boeing 747 da Cargolux em Joanesburgo, ou durante uma escala na capital queniana de Nairóbi.

 

8. Helicóptero EC130 do Ibama é incendiado em Manaus

Eurocopter EC130 do Ibama foi destruído pelas chamas. Imagem via redes sociais.

Um helicóptero EC130 B4 do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) foi destruído por um incêndio na segunda-feira 24/01 em Manaus. 

A aeronave de matrícula PR-HVB foi incendiada em um ataque enquanto estava estacionada perto do hangar da Secretária de Segurança Pública do Amazonas (SSP/AM), no Aeroclube do Amazonas, em Manaus.

Dois homens invadiram o perímetro do aeródromo e atearam fogo no helicóptero. Por volta das 04h00 o Corpo de Bombeiros foi acionado e controlou as chamas, mas o helicóptero de fabricação francesa teve sua seção frontal completamente destruída pelo fogo.

Acredita-se que o ataque possa ser uma represália às operações do Ibama contra garimpeiros do Rio Madeira. No final do ano passado, uma série de balsas utilizadas no garimpo ilegal foram destruídas e/ou apreendidas em uma operação do Ibama.

 

9. LATAM rejeita totalmente proposta de compra por parte da Azul

Azul LATAM

A tentativa de compra da LATAM por parte da Azul foi totalmente rejeitada pela primeira companhia na justiça, com apoio dos principais credores, alegando falta de aspectos técnicos para a proposta ser analisada.

A Proposta da Azul para comprar a LATAM inclui a prospecção de aproximadamente US﹩5 bilhões de financiamento em ações garantido por alguns membros do grupo ad hoc de credores da LATAM, composto por várias instituições financeiras.

De acordo com a Proposta, a participação na empresa combinada seria compartilhada entre os atuais acionistas da Azul, os credores da LATAM que receberiam compensação em ações, e os participantes do Novo Capital.

Além disso, Azul e Credores Ad Hoc da Latam acordaram que a governança da empresa combinada seria composta por um grupo independente de conselheiros, garantindo o alinhamento entre os interesses dos acionistas da empresa combinada.

Já a LATAM apontou que a proposta estava com falta de detalhes, como o tempo de execução de cada processo da “compra”, garantia aos credores e a forma de execução do repasse de capital.

A Azul diz acreditar que a proposta proporcionaria um crescimento significativo da malha aérea, com expansão no número de destinos e maior conveniência, produtos e serviços, beneficiando os clientes tanto da Azul como da LATAM.

Esses benefícios gerariam sinergias estimadas em mais de US﹩ 4 bilhões em valor de mercado incremental acima do plano independente da LATAM, de acordo com a Azul.

 

10. Lufthansa avança em negociação e se aproxima de comprar 40% da ITA Airways

ITA Airways
Foto: Divulgação

As negociações entre a Lufthansa e a ITA Airways avançaram nas últimas semanas, após uma publicação sobre a possibilidade de compra de parte da aérea italiana.

De acordo com fontes do setor confirmaram ao jornal italiano Il Foglio que a Lufthansa pode fechar já nas próximas semanas a aquisição de 40% da ITA Airways, confirmando o interesse da aérea alemã em um percentual maior da aérea. Os outros 60% das ações controladoras continuam na mão do Governo Italiano.

A chegada da Lufthansa ao controle da aérea também pode resultar em boa rentabilidade, algo que a ITA Airways, mesmo com toda a troca de equipe em relação a Alitalia, não conseguiu atingir até o momento.

Por outro lado, a Lufthansa tem interesse em utilizar Roma como mais um hub de operações na Europa, conectando Fiumicino com outras companhias aéreas do grupo em diversos países.

Por enquanto não há mais detalhes sobre o valor aplicado na compra de 40% da ITA, muito menos sobre investimentos adicionais da Lufthansa na frota da nova aérea italiana. O preço da participação ainda está em negociação.

A ITA Airways conta com 3 mil dos 11.000 funcionários que antes faziam parte da Alitalia. Com aeronaves oriundas da Alitalia, a frota da companhia é composta exclusivamente por jatos da Airbus, sendo 44 aeronaves dos modelos A319, A320 e A330 além do A350 encomendado. 

 

Artigos da Semana

Foto: Helio Bastos Salmon / Airliners.net

Nesta semana completou-se 17 anos que a simpática VASP deixou de voar, a empresa fundada em 1933 conquistou um grande espaço na história da aviação brasileira, suas influências são reconhecidas até dos dias de hoje.

Preparamos um artigo especial que conta também com um relato de uma ex-funcionária da companhia paulista, clique aqui e veja na íntegra. 

 

Boeing 737 MAX 10

O Boeing 737 MAX 10 é o maior avião da linha 737 já construído em toda a história, e para isso foram necessárias algumas modificações no seu trem de pouso para suportar todo o peso do bimotor.

Veja em detalhes como é o trem de pouso do maior 737 já construído e como é o todo o seu mecanismo e funcionamento, clique aqui e veja a matéria especial.

 

Vídeos da Semana

Tem saudades do McDonnell Douglas MD-11? Lançamos nesta semana um vídeo para contar sobre a trajetória do trijato pela TAM Linhas Aéreas. O avião apesar de operar por pouco tempo, cooperou bastante para a expansão da empresa.

E quando acontece uma erupção de um vulcão próximo de onde passam aviões, qual é a solução adotada pelos pilotos e controladores? Você pode conferir tudo no vídeo que publicamos ontem (28/01).

Tem o sonho de se tornar um comissário de voo ou conhece alguém que pretende seguir a carreira? Separamos aqui um vídeo que esclarece quais são os passos a serem dados por quem deseja seguir a carreira detalhadamente, vídeo feito em parceria com a maior escola de aviação do Centro-Oeste, a FlyBSB.