• Instagram
  • Feed
  • Telegram
  • Youtube

Wizz Air

<p>Após críticas do embaixador ucraniano na Irlanda sobre um possível aumento das passagens da <a href=Ryanair para voos que partem da Polônia com destino a Irlanda, Michael O'Leary, CEO da companhia, disse que as acusações “são completamente falsas”.

Segundo informações do portal Simple Flying, parlamentares irlandeses sugeriram que ao invés do aumento dos preços das passagens, a Ryanair deveria emitir de forma gratuita os bilhetes para qualquer refugiado da Ucrânia.

Após saber das acusações sobre o possível aumento das tarifas dos voos entre a Polônia e a Irlanda, O'Leary rebateu dizendo que já transportou refugiados a preços fixos, mas por conta da alta demanda, os últimos lugares estão sendo vendidos com as tarifas mais altas.

Confira a declaração do CEO da Ryanair na íntegra:

Já transportamos milhares de refugiados pela Europa com tarifas fixas de 20€ e 30€ e 50€. Essa história de que estamos subindo as tarifas para fora da Polônia é completamente falsa. Temos tarifas baixas para fora da Polônia disponíveis hoje, amanhã e no dia seguinte, mas se um voo lotar, as últimas tarifas serão vendidas com as tarifas mais altas. É assim que nosso negócio funciona”.

Uma pesquisa de passagens feita pelo Simple Flying, mostra que a venda de passagens da Ryanair de Katowice para Dublin estão esgotadas até o dia 23 de março. Já no dia 24 de março, um bilhete está custando em torno de 170 €, enquanto um bilhete a partir do dia 29 de março custa 18 euros.

Apesar da polêmica com a Ryanair, a rival Wizz Air está oferecendo bilhetes gratuitos até meados de abril para qualquer ucraniano que queira voar a partir dos trechos oferecidos pela companhia para fora da Hungria, Eslováquia, Polônia e Romênia.

[caption id="attachment_80632" align="alignnone" width="800"]Airbus A321neo Ucrânia Foto - Divulgação[/caption]

Com informações: Simple Flying

">

Ryanair é acusada de aumentar tarifas para refugiados, presidente da companhia rebate

Após críticas do embaixador ucraniano na Irlanda sobre um possível aumento das passagens da Ryanair para voos que...